sexta-feira, 29 de maio de 2015

Vegan/Vegetarianismo & Metal: alguns nomes que lutam pela causa animal


















Há vários conceitos que podemos encontrar nas letras das músicas de diversas bandas, independente de qual seja seu estilo. Aliás, alguns músicos utilizam a sua arte como forma de transmitir aquilo que acreditam - enquanto outros preferem guardar suas ideologias para si mesmos, mas que também vão muito além da música para fazer a sua parte naquilo que julgam como certo. E, em meio à variedade de temas, está a causa animal e o meio ambiente. 

Pelo senso comum, algumas pessoas estranham que em uma cena "brutal", como a do Heavy Metal, existem aqueles que não comem carne ou até mesmo não consomem nada que tenha origem animal. Mas, acreditem: apesar da rotina corrida na estrada e nos estúdios, o Heavy Metal já possui um grupo significativo de músicos que fazem questão de cuidar de sua dieta de acordo com as ideias do vegetarianismo e/ou veganismo. 

O veganismo tem como foco principal a questão ética, de luta pela libertação e não exploração animal. Então, os vegans não consomem nenhum produto de origem animal. O vegetarianismo, por sua vez, não é uma prática alimentar motivada somente por questões éticas, mas também de saúde ou religiosa. O vegetariano não se alimenta de carne, mas pode consumir produtos de origem animal, como ovos e laticínios. 

Então, nós listamos algumas personalidades da cena Heavy Metal mundial que são vegetarianos e/ou vegans prioritariamente pela causa animal, e que são capazes de ir muito além pela sua luta. 



Angela Gossow (ex-Arch Enemy)



Talvez essa seja uma das mais conhecidas desta lista. A alemã Angela Gossow (ex-Arch Enemy) sempre ergueu a bandeira da causa animal e, muitas vezes, expunha suas ideias nas letras do Arch Enemy, como na música "Cruelty Without Beauty". Angela se tornou vegan há cinco anos, e diz que foi eliminando os alimentos à base de ovos e leite de seu cardápio gradualmente. Além disso, ela afirma que, antes, sempre foi vegetariana. Angela tem participado de várias organizações pela Europa em prol dos animais. E também, segundo ela em entrevista ao site Voices From The Darkside, outros membros e ex-integrantes do Arch Enemy também são vegetarianos. 



Alissa White-Gluz (Arch Enemy/ex-The Agonist)




Ter assumido os vocais do Arch Enemy não é a única coisa que Alissa White-Gluz tem em comum com a Angela Gossow. Defensora assídua dos direitos dos animais, a vocalista canadense é vegan há 15 anos, e diz que "não é difícil ser vegan. Mas seria absolutamente difícil NÃO ser vegan". E, claro, transmite sua ideologia por meio da música - aliás, uma das principais temáticas de sua ex-banda, The Agonist, gira em torno de questões morais a respeito dos direitos dos animais. Além do mais, Alissa é uma ativista pela causa animal, tendo participado de várias campanhas do movimento PETA2 - a maior organização mundial a favor dos direitos dos animais.  




Barney Greenway (Napalm Death)




Apesar das capas do Napalm Death não serem nem um pouco sugestivas, o vocalista Barney Greenway é outro apoiador da causa vegetariana, e também adere ao movimento PETA. Barney se tornou vegetariano quando tinha 14 anos, e 10 anos atrás, ele decidiu adotar o estilo de vida do veganismo. No entanto, Barney já declarou que não se considera "completamente vegan", já que, para ele, é difícil seguir fielmente o veganismo quando está em turnê. Além de Barney, o guitarrista Mitch Harris também é vegetariano por influência da esposa. 


Tom G. Warrior (Triptykon, ex-Celtic Frost)




O músico suíço Thomas Gabriel Fischer sempre se declarou vegetariano e militante pela causa animal. Durante a sua vida, Tom também se envolveu em muitas organizações de proteção aos animais. Em entrevista à Voices To From The Darkside, Tom também revela que não ingere bebidas alcoólicas, e que já tentou seguir o estilo de vida do veganismo, mas o considerou "muito extremo" para ele. De acordo com Tom, a baixista Vanja Slajh, de sua banda Triptykon, também é vegetariana.


Mille Petrozza (Kreator)



O frontman do Kreator se tornou vegetariano há um bom tempo e, em 2008, aderiu ao veganismo. O músico alemão também trabalha para o PETA2 e, há anos, escreve para a revista vegan alemã Kochen ohne Knochen. De acordo com Mille, às vezes é difícil ser vegan quando está em turnê em determinados países - em entrevista ao 69 Faces Of Rock, Mille declarou que, certa vez, quando estava em tour, um produtor lhe deu dinheiro para que ele mesmo conseguisse "a comida que lhe agradasse". Curiosamente, quando não está nos palcos ou no estúdio, seu hobby favorito é cozinhar. Mille é o único membro vegan e/ou vegetariano do Kreator





Leif Jensen (Dew-Scented)




Outro vocalista alemão vegetariano é Leif Jensen, que já segue essa ideologia há mais de 20 anos, e diz: "os animais são os meus amigos, e eu não como meus amigos". Segundo Leif, o guitarrista Rory Hansen também é vegetariano e, no passado, o Dew-Scented já teve três membros vegetarianos. No entanto, Leif ressalta que é uma escolha pessoal, e não um estilo para todo o grupo, já que sua ideologia não influencia na música da banda. 


Chris Adler (Lamb Of God)



O baterista do Lamb Of God, Chris Adler, revelou em uma entrevista ao PETA2 que parou de comer carne após descobrir os fatos por trás desta indústria. "Nós estávamos em turnê e vimos um caminhão de frango passar, e as galinhas estavam machucadas e sangrando muito, foi triste e nojento. Desde então, não tenho comido nem se quer um pedaço de carne". O baixista John Campbell também é vegetariano.


Heaven Shall Burn 



A banda alemã formada por Marcus Bischoff (vocal), Maik Weichert (guitarra), Eric Bischoff (baixo), Alexander Dietz (guitarra) e Christian Bass (bateria) tem todos seus membros vegans ou vegetarianos. Além do mais, uma das temáticas principais do grupo gira em torno dos direitos dos animais e meio ambiente. 


Paul Mazurkiewicz (Cannibal Corpse)




Talvez possa ser difícil crer que uma banda chamada Cannibal Corpse tenha um membro vegetariano. Mas, sim. O baterista Paul Mazurkiewicz é vegetariano há mais de 10 anos, e diz que aderiu essa dieta pela causa animal, assim como por motivos de saúde - ele relata que, certa vez, ficou muito doente e teve que parar de comer carne. Mas, em seguida, começou a descobrir mais sobre o vegetarianismo e se cativou pela causa animal. Sua esposa também é vegetariana.


Jeff Walker e Bill Steer (Carcass)



Não é por acaso que o tema vem à tona nas letras das músicas do Carcass, pois seus líderes, Jeff Walker (voz/baixo) e Bill Steer (voz/guitarra), são vegetarianos orgulhosos que lutam pelos direitos dos animais. Bill passou muitos anos sendo vegan, mas teve que abrir mão do estilo devido às dificuldades de se manter na estrada, optando, então, pela dieta vegetariana. 


Rob Zombie 



Apesar de ser um cineasta de filmes de terror, Rob Zombie tem sido um defensor fervoroso dos direitos dos animais desde 1982, quando assistiu a uma filmagem de um matadouro no colégio. Ele começou como vegetariano e, desde então, se tornou vegan, assim como a sua esposa, Sheri Moon Zombie. O músico e cineasta já participou como jurado do reality show Top Chef, em que ele instruiu os candidatos a fazer o melhor prato vegan. 


Geezer Butler (Black Sabbath)



O lendário baixista do Black Sabbath, Geezer Butler, se uniu à organização PETA em 2009, gravando um vídeo a favor da causa. Na gravação, ele conta: "'Eu comia carne quando era criança, mas não sabia de onde vinha. E, um dia, eu cortei um pedaço de carne e saiu sangue de lá. Perguntei à minha mãe 'De onde veio isso?', e ela respondeu, 'Dos animais', e foi assim'". Em entrevista ao Attention Deficit Delirium, no ano passado, Geezer falou sobre a dificuldade de manter a sua dieta vegan quando está em turnê, principalmente nos países sul-americanos. 

"Na América do Sul, eles não sabem o que significa ser vegan. Tinha que comprar macarrão no supermercado. Sem contar que é difícil achar um restaurante temático, normalmente eles ficam longe. Em Nova Iorque ou Los Angeles é fácil, estão em todo lugar". 



Além de Geezer, Ozzy Osbourne diz ter se tornado vegan em 2011, depois de ter assistido ao documentário "Forks Over Knifes". No entanto, o frontman deixa claro que o motivo de sua decisão é prioritariamente relacionado à sua saúde. Além disso, durante uma entrevista, Ozzy brincou: "Não estou dizendo que serei vegan pra sempre. Eu posso voltar a comer carne quando minha mulher aprender a cozinhar, ou seja, nunca!". 

Outro membro do Black Sabbath (atualmente ex-integrante) que se declara vegan é o baterista Bill Ward, mas também optou pela dieta por motivos de saúde. Em entrevista ao blog The Rock 'N' Roll Cook, Bill diz que "ser vegan salvou sua vida". 



11 comentários:

  1. Faltou o Cattle Decapitation , sem duvidas a banda que mais fala da causa animal nas músicas, mais usa as capas como protesto...

    ResponderExcluir
  2. Boa matéria!
    Ainda tem o Cattle Decapitation que tem todos os integrantes vegan/vegetaranianos.
    Gary Holt do Exodus/Slayer também é vegetariano e Juninho, Boka e João Gordo do Ratos de Porão também são.

    ResponderExcluir
  3. Faltou Ted Kirkpatrick do Tourniquet!

    ResponderExcluir